sábado, 23 de janeiro de 2010

GOVERNO GEISEL (1974-1979)

Li na internet:
“Em 1974 assume a presidência o general Ernesto Geisel que começa um lento processo de transição rumo à democracia. Seu governo coincide com o fim do milagre econômico e com a insatisfação popular em altas taxas. A crise do petróleo e a recessão mundial interferem na economia brasileira, no momento em que os créditos e empréstimos internacionais diminuem.

Geisel anuncia a abertura política lenta, gradual e segura. A oposição política começa a ganhar espaço. Nas eleições de 1974, o MDB conquista 59% dos votos para o Senado, 48% da Câmara dos Deputados e ganha a prefeitura da maioria das grandes cidades.
Os militares de linha dura, não contentes com os caminhos do governo Geisel, começam a promover ataques clandestinos aos membros da esquerda. Em 1975, o jornalista Vladimir Herzog á assassinado nas dependências do DOI-Codi em São Paulo. Em janeiro de 1976, o operário Manuel Fiel Filho aparece morto em situação semelhante.
Em 1978, Geisel acaba com o AI-5, restaura o habeas-corpus e abre caminho para a volta da democracia no Brasil.”




--------------------------------------
MEU COMENTÁRIO: É muito difícil julgar as pessoas e dizer taxativamente se esta ou aquela atitude foi correta. Julgar um latrocida é fácil, mas julgar certas decisões que alguém tomou é difícil. Não sei se Geisel deveria ter feito a abertura política, talvez sim, provavelmente o Brasil estaria na contra-mão da história se até hoje permanecesse no militarismo, porque tudo neste mundo é modismo. Monarquia já foi modismo. Agora o modismo é REPÚBLICA DEMOCRÁTICA...

Um comentário:

  1. gostei muito bem resumido e bem claroo
    obs: 1 comentarioo ;D

    ResponderExcluir